27.5 C
Brasília

PM de Patos de Minas-MG prende ilegalmente um jovem CAC de Monte Azul-MG e militares serão processados por abuso de autoridade 

Durante operação Rota Segura na MGC 354 km 82, abordou a caminhonete do condutor Warley Oliveira  Pereira de 28 anos, no município de Lagamar.

Must read

 

ARQUIVO/ DIA DO FATO

 

 

 

No último domingo, no dia 25 de Abril de 2021, por volta das 10 horas da manhã, a Polícia Rodoviária Estadual, durante operação Rota Segura na MGC 354 km 82, abordou a caminhonete do condutor Warley Oliveira  Pereira de 28 anos, no município de Lagamar.

Em vistoria da PM realizada na caminhonete, o condutor identificou como CAC, disse onde estava a arma de fogo, dentro de sua mochila preta.

De acordo a Ocorrência registrada pelos militares, foi encontrada uma pistola de marca taurus, calibre 380, cor preta, carregada e municiada com 15 munições intactas, e 02 carregadores, um para 18 munições intactas e o segundo com 03 munições intactas.

Diante dos fatos, o condutor Warley apresentou o certificado de registro de arma de fogo com toda a documentação necessária aos policiais militares.

Mesmo diante da situação, o jovem foi conduzido para a delegacia de polícia civil, e de acordo relatado na ocorrência a polícia civil, foi dado voz de prisão a vítima. Imediatamente, foi solicitado seu advogado, e o apoio do CAC de Araguari, onde estava agendado seu treinamento, conforme a lei para transportar a arma.

Nossa coluna social entrou em contato com Warley Oliveira Pereira, na qual relatou a situação constrangedora de ter sido levado preso, com todas as documentações apresentadas na Blitz e ainda divulgado sua prisão em veículos de imprensa. Ele afirma que houve por parte dos policiais militares Sargento João B.M e Cb. Marcos V.C.P de Patos de Minas, um abuso de autoridade em desfavor de sua pessoa física e moral e tentaram fraudar o histórico da ocorrência para mantê-lo preso.

Warley apresentou na Blitz, os documentos GT, CRAF, CR e Autorização de Trânsito, mesmo assim foi conduzido.

 

O Delegado da Delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas ao  ter conhecimento da ocorrência, considera-se que os militares responsáveis pelo Reds: 2021-020000258-001, teve um eventual abuso de autoridade pelos policiais militares e poderá ser verificado no bojo do procedimento investigativo próprio, se necessário.

Diante disto, DESPACHO NÃO RATIFICADOR, dando liberdade ao Warley.

De acordo Warley, o veículo de imprensa fizeram a retratação de sua prisão “Não Ratificada”, pois as documentações necessárias foram apresentadas.

A vítima entrou em processo contra o estado para demais providências.

Essa matéria permanece  com direito de resposta aos militares citados.

Jornalista Sueli Teixeira

Blog Boneka Jaíba

- Advertisement -spot_img

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article